terça-feira, 9 de maio de 2017

EFEMÉRIDES do dia 9 de maio



Dia da Europa (ou da União Europeia)
De entre os santos consagrados a este dia, destaque para São Pacómio (Tebas, Alto Egipto, 292 d.C. - Egipto, 9 de maio de 348 d.C. ). Pacómio filho de pais pagãos, foi recrutado à força para o exército imperial com a idade de vinte anos, acabou como prisioneiro em Tebas com todos os recrutas. Protegidos pela escuridão, alguns cristãos levaram-lhes comida. O gesto dos desconhecidos comoveu Pacómio, que lhes perguntou quem os havia levado a fazer aquilo. "O Deus dos céus," foi a resposta dos cristãos. Naquela noite Pacómio orou ao Deus dos cristãos pedindo que o livrasse das correntes, comprometendo-se em troca dedicar-lhe a sua própria vida ao seu serviço. Obtida a liberdade, cumpriu a promessa agregando-se a uma comunidade cristã de um povoado do sul, o actual Kasr-es-Sayad, onde teve a instrução necessária ao baptismo. Durante algum tempo conduziu vida de asceta, dedicando-se ao serviço da gente do lugar, depois submeteu-se à guia de um velho monge, Palamon, por sete anos. Durante um intervalo de solidão no deserto, uma voz misteriosa convidou-o a fixar a sua morada naquele lugar, ao qual bem logo teriam vindo numerosos discípulos. Na época da sua morte os mosteiros masculinos já eram nove, mais um feminino. Faleceu provavelmente de peste em 9 de maio de 348, com uma reputação de grande santidade. Deixou alguns sermões escritos em língua copta. Ficou desconhecido o lugar da sepultura do santo, pois no seu leito de morte fez o discípulo Teodoro prometer que esconderia o seu corpo para evitar que sobre o seu túmulo se construísse uma igreja, imitando o costume de se construir capelas sobre a sepultura dos mártires. É comemorado em mais de uma confissão cristã no dia da sua morte. 

 





Em Portugal


1386 - É assinado um Tratado de Paz e Aliança entre o rei D. João I de Portugal e o rei Ricardo II de Inglaterra (denominado "Primeiro Tratado de Windsor") que culmina com o casamento no ano seguinte na cidade do Porto de D. João I com D. Filipa de Lencastre. Nesta Aliança ambos os países comprometeram-se a manter amizade perpétua e assistência mútua. Trata-se da mais antiga aliança diplomática do mundo ainda em vigor.



1736 - Morre Diogo de Mendonça Corte-Real (Tavira, Portugal, 17 de junho de 1658 - Benfica, Portugal, 9 de maio de 1736), aos 78 anos. Foi diplomata e estadista português, secretário de Estado do rei D. João V, negociador do Tratado de Utreque e cofundador da Academia Real de História.

1803 - Nasce António Bernardo da Costa Cabral (Fornos de Algodres, Algodres, Portugal, 9 de maio de 1803 - Porto, Portugal, 1 de setembro de 1889). Virá a ser um político português que, entre outros cargos e funções, foi deputado, par do Reino, conselheiro de Estado efectivo, ministro da Justiça e Negócios Eclesiásticos, ministro do Reino e presidente do Conselho de Ministros. Durante o seu primeiro mandato na presidência do ministério, num período que ficaria conhecido pelo Cabralismo, empreendeu um ambicioso plano de reforma do Estado, lançando os fundamentos do moderno Estado português. Considerado um valido da rainha D. Maria II, apesar das suas origens modestas, foi feito conde de Tomar e depois elevado a marquês de Tomar. Foi uma das figuras mais controversas do período de consolidação do regime liberal, admirado pelo seu talento reformador, mas acusado de corrupção e nepotismo por muitos. Foi obrigado a exilar-se em Madrid na sequência da Revolução da Maria da Fonte, mas voltaria poucos anos depois, demonstrando uma extraordinária capacidade de recuperação e persistência, a ocupar a chefia do governo.



1858 - Nasce Ricardo de Almeida Jorge (Porto, Portugal, 9 de maio de 1858 - Lisboa, Portugal, 29 de julho de 1939). Virá a ser um médico, escritor, investigador e higienista, professor de Medicina e introdutor em Portugal das modernas técnicas e conceitos de saúde pública. Vem a exercer diversos cargos na administração da saúde, conseguindo uma importante influência política. Ricardo Jorge será o fundador do Instituto Nacional de Saúde.

1918 - Sidónio Pais major do exército português e professor é proclamado presidente da República Portuguesa. Foi eleito, por sufrágio directo dos cidadãos eleitores, obtendo 470 831 votos a 28 de abril de 1918. Passando a gozar de uma legitimidade democrática directa, que usou para esmagar qualquer tentativa de oposição. Foi o 4º Presidente da República de Portugal entre 28 de abril de 1918 a 14 de dezembro de 1918.

1945 - Manifestação em Lisboa, pela vitória aliada, na II Guerra Mundial. Concentração no Largo do Rato com percurso pelas embaixadas dos EUA, do Reino Unido e da França.



1983 - O presidente português Ramalho Eanes inaugura o Laboratório Nacional de Engenharia e Tecnologia Industrial (LNETI).

1988 - Sai o número zero do semanário O Independente.

1998 – Tem lugar o ensaio geral da Expo 98 para testar a infra-estrutura do recinto que albergará a exposição mundial.

1999 - Portugal concede asilo político ao ex-presidente da Guiné-Bissau Nino Vieira.



2000 - Um corte total de electricidade afecta quase metade de Portugal continental. foi um importante apagão que deixou a metade sul do país, incluindo Lisboa, sem energia electrica durante duas horas. Ocorreu pouco depois das 22:00 (hora local), o apagão deixou a capital Lisboa na completa escuridão. Imediatamente foi reforçada a segurança policial na cidade, mas não se detectou nenhum aumento da actividade criminal. A EDP a principal companhia eletrica portuguesa, informou mais tarde que a causa do apagão foi devido à eletrocussão de uma cegonha. Como resultado, esta história apareceu na secção de curiosidades de alguns jornais europeus.
 
2003 - A C&J Clark fecha as portas da fábrica em Castelo de Paiva. Os últimos 51 trabalhadores deixam a empresa de calçado.

2003 - Eduardo Lourenço é distinguido com o Prémio da Latinidade, da União Latina.

 
 
2006 - O pianista Mário Laginha vence o Prémio Carlos Paredes 2007 com o álbum "Canções & Fugas".
 
2007 - Helena Roseta deixa o PS e anuncia candidatura à Câmara de Lisboa como independente, apoiada por um movimento de cidadãos.

2008 - O Futebol Clube do Porto é punido com a perda de seis pontos e o seu presidente, Pinto da Costa, suspenso por dois anos, enquanto o Boavista FC é condenado à descida de divisão, perda de seis pontos e várias multas, entre as quais uma de 180.000 euros no âmbito do processo Apito Final, sobre corrupção no futebol.

 
 
 
 




No Mundo
 

1502 - O navegador Cristóvão Colombo larga do porto de Cadiz, em Espanha, na quarta e última viagem ao Novo Mundo.



1605 - Publicação da primeira parte de "Dom Quixote de la Mancha", de Miguel de Cervantes.

1707 - Há 310 anos morre Dietrich Buxtehude (Helsingborg, Dinamarca, actualmente território da Suécia, 1637 - Lübeck, Alemanha, 9 de maio de 1707), aos 70 anos. Foi um compositor e organista do período barroco alemão de origem dinamarquesa, «kantor» de Lubeck, admirado por Johann Sebastian Bach.
 
 

1920 - O papa Bento XV, Canoniza Joana d’Arc na Catedral de Notre-Dame. Cerca de 500 anos depois de sua morte, Joana d'Arc foi definitivamente reabilitada.

1945 - O criminoso nazi Hermann Goering é capturado pelo 7º Exército dos EUA.

1946 - Vítor Emanuel III de Itália abdica e Humberto II proclama-se a si mesmo rei da Itália.

1950 - Robert Schuman, ministro francês dos Assuntos Externos, propõe a criação de uma autoridade comum para regular a indústria do carvão e do aço na Alemanha Ocidental e em França. É o primeiro passo político para a União Europeia.
 


1967 - Há 50 anos o vice-presidente indiano Zakir Hussain ascende à Presidência, sendo o primeiro muçulmano como Chefe de Estado.

1968 - Em França a agitação estudantil atinge, além de Paris, as cidades de Estrasburgo, Nantes, Rennes e Toulouse.

1969 - São retirados 200 santos do calendário litúrgico oficial da Igreja Católica. A medida insere-se no conjunto de reformas do Concílio Vaticano II.



1972 - O presidente norte americano Richard Nixon decide o bloqueio ao Vietname do Norte.
 
1978 - O  primeiro-ministro italiano Aldo Moro, raptado 54 dias antes pelas Brigadas Vermelhas, é encontrado morto num automóvel no centro de Roma.



1994 - A Suécia e a Finlândia aderem à parceria para a paz, programa de cooperação militar da NATO.

1997 - O Congresso norte-americano aprova a lei que prevê o julgamento e condenação, como adultos, dos menores de 13 anos, autores de crimes violentos.

2004 - Atentado bombista na Tchechénia causa a morte ao presidente do país Akhmad Kasdyrov.
 

  
2005 - "Libro delle Cadute", de Casimiro de Brito, recebe o Prémio de Poesia Aleramo - Mário Luzi para a melhor obra estrangeira editada em Itália em 2004.

2006 - O primeiro-ministro timorense Mari Alkatiri afirma que o objectivo da vaga de violência reside numa "tentativa de golpe constitucional".

2006 - Morre o brasileiro Herval Abreu Pais, mais conhecido pelo nome artístico de Herval Rossano (Campos dos Goytacazes, Brasil, 23 de abril de 1935 - São Paulo, Brasil, 9 de maio de 2007), aos 72 anos. Foi actor de cinema e de televisão, mais tarde realizador de televisão. Realizou telenovelas de época, de sucesso e marcos da televisão, como "Escrava Isaura", primeira versão da Rede Globo, "Cabocla", "A Sucessora", "Maria, Maria", "A Moreninha", todas na Rede Globo, e "Dona Beija", na Rede Manchete, entre muitas outras para outros canais de TV brasileiros. Foi ainda director no Canal 13 da Universidade Católica do Chile.



2006 - Operação da polícia espanhola contra rede de corrupção estimada em 2.500 milhões de euros, envolve a Fundação Afinsa e o Fórum Filatélico, dirigidos pelos portugueses Albertino de Figueiredo e Carlos de Figueiredo Escriba.

2006 - José Ramos Horta é eleito presidente de Timor-Leste, com 69,18 por centos dos votos, contra 30,82 por cento de Francisco Guterres "Lu Olo", na segunda volta das presidenciais.

2007 - O papa Bento XVI chega a São Paulo, Brasil, para a primeira visita pastoral a um país da América Latina.



2008 - O Programa Alimentar Mundial (PAM) das Nações Unidas anuncia a suspensão dos seus voos para a Birmânia (Myanmar) devido a restrições "inaceitáveis", impostas pelos militares no poder, após o ciclone Nargis. As Nações Unidas consideram "sem precedentes", na história dos trabalhos humanitários, a recusa da Junta Militar da Birmânia em conceder vistos de entrada a peritos de salvamento.

2009 - Jacob Zuma presta juramento como quarto Chefe de Estado da África do Sul no pós-apartheid








Texto:
Paulo Nogueira