quinta-feira, 29 de novembro de 2018

EFEMÉRIDES do dia 29 de novembro

 
Dia Internacional de Solidariedade com o Povo Palestiniano
De entre os santos dedicados a este dia, destaque para São Saturnino de Tolosa ou de Toulouse, ou ainda São Sadurninho (século III, Patras, Grécia - 257, Tolosa, Gália Aquitânia, actual França). Algumas fontes referem que Saturnino teria sido filho de Egeu, rei da Acaia, e da sua esposa Cassandra. Terá sido igualmente, um dos 120 discípulos de Jesus que estava no Cenáculo aquando do Pentecostes (a descida Espírito Santo aos Apóstolos). A sua origem seria grega e terá ido para a Palestina atraído pela fama de João Baptista, fama essa que tinha chegado até à região norte do Mediterrâneo. Posteriormente tornou-se um seguidor de Jesus. Depois do Pentecostes partiu para evangelizar as terras a leste da Palestina sob a autoridade de São Pedro, chegando aos territórios dos persas e dos medos, uma das tribos de origem ariana, assim como às províncias adjacentes. Neste período, segundo a lenda, terá curado milagrosamente doentes, leprosos, paralíticos e libertou almas de demónios. Antes de se ir embora, deixou instruções escritas aos novos cristãos sobre como se deveriam comportar e no que deveriam acreditar. A confirmação da sua vida emergiu junto com a descoberta de importantes escritos do cristianismo produzidos entre os anos 430 d. C. e 450 d. C.. Conhecidos como a "Paixão de Saturnino", que trouxeram dados enriquecedores sobre a primitiva Igreja de Cristo na Gália, futura França. Esses documentos apontam Saturnino como primeiro bispo de Toulouse nos anos 250 d. C., sob o consulado de Décio. Era uma época em que a Igreja, naquela região, contava com poucas comunidades cristãs. Estava desorganizada desde 177 d. C., com o grande massacre dos mártires de Lyon. O número de fiéis diminuía sempre mais, enquanto nos dos templos pagãos as filas para prestar sacrifícios aos deuses parecia aumentar. O relato continua dizendo que Saturnino, após uma peregrinação pela Terra Santa, iniciara a sua missão de evangelização no Egipto, onde converteu um bom número de pagãos. Foi, então, para Roma e, fazendo uma longa viagem por vales e montanhas, atingiu a Gália. Por onde andou, pregava com fervor, convertendo quase todos os habitantes que encontrava ao cristianismo. Consta que ele ordenou o futuro São Honesto e juntos foram para Espanha, onde teria, também, baptizado o agora São Firmino. Depois, regressou a Toulouse, mas antes consagrou-o primeiro como bispo de Pamplona e o segundo para assumir a diocese de Amiens. Embora houvesse um decreto do imperador proibindo e punindo com a morte quem participasse em missas ou mesmo simples reuniões cristãs, Saturnino liderou os que o ignoravam. Continuou com o santo sacrifício da missa, a comunhão e a leitura do Evangelho. Assim, ele e outros quarenta e oito cristãos acabaram por ser descobertos reunidos a celebrar missa num domingo. Foram presos e julgados no Capitólio de Toulouse. O juiz ordenou que o bispo Saturnino, uma autoridade da religião cristã, sacrificasse um touro em honra a Júpiter, deus pagão, para convencer os demais. Como se recusou, foi amarrado pelos pés ao pescoço do animal, que o arrastou pela escadaria do templo. Morreu com os membros esfacelados. O seu corpo foi recolhido e sepultado por duas cristãs. No local, um século mais tarde, São Hilário construiu uma capela de madeira, que logo foi destruída. Mas as suas relíquias foram encontradas, no século VI, por um duque francês, que mandou, então, erguer a belíssima igreja dedicada a São Saturnino, em francês, de Saint Sernin du Taur, que existe até hoje com o nome de Nossa Senhora de Taur. São Saturnino é uma das devoções mais populares em França e Espanha. O culto ao mártir São Saturnino, bispo de Toulouse, foi confirmado e mantido pela Igreja em 29 de novembro.







 
Em Portugal

1807 - Após o avanço das tropas de Napoleão durante a Guerra Peninsular sobre Lisboa, comandadas pelo general Junot, da-se a transferência da corte portuguesa de D. João VI para o Brasil. A esquadra portuguesa, que saiu do porto de Lisboa ia comandada pelo vice-almirante Manuel da Cunha Souto Maior. Este foi o episódio da história de Portugal e da história do Brasil em que a família real portuguesa, a sua corte de nobres, servos, demais empregados domésticos (tais como valetes) e inclusive uma biblioteca com mais de 60 000 livros, radicaram-se no Brasil, entre 1808 e 1821. Tendo sido a leva inicial de 15 000 pessoas. Posteriormente, após 1821, muitos destes voltaram a Portugal. A capital do Reino de Portugal foi estabelecida na capital do Estado do Brasil, a cidade do Rio de Janeiro, registando-se o que alguns historiadores denominam de "inversão metropolitana", ou seja, da colónia passou a ser exercida a soberania e o governo do império ultramarino português. Pela primeira e única vez na história uma colónia passava a sediar uma corte europeia. Em Lisboa a regência nesse período é substituída pelo poder da Junta do chamado "El-Rei Junot".

 
 
1874 - Nasce António Caetano de Abreu Freire Egas Moniz, nome de baptismo António Caetano de Abreu Freire de Resende, conhecido popularmente como Egas Moniz (Estarreja, Avanca, Vilarinho do Bairro, Portugal, 29 de novembro de 1874 - Lisboa, Portugal, 13 de dezembro de 1955). Virá a ser um médico, neurocirurgião, pesquisador, professor, ensaísta, industrial, político e escritor português. Responsável pelo desenvolvimento da arteriografia, ou angiografia cerebral em 1927, descoberta que revolucionou a medicina e a neurocirurgia, permitindo o diagnóstico dos tumores cerebrais e o diagnóstico e tratamento do aneurisma cerebral e da MAV (malformação arteriovenosa). No dia 14 de março de 1939, sofreu um atentado no seu consultório, por parte de um doente mental de 28 anos, numa crise de paranóia, que o alvejou com oito tiros, dos quais cinco o atingiram na mão direita, no tórax e na coluna vertebral. Apesar da gravidade dos ferimentos recuperou por completo, sem qualquer sequela física, ao contrário do que algumas vezes se tem escrito. Foi três vezes indicado ao prémio Nobel por esta descoberta (1928,1929,1930). Inventor do procedimento neurocirúrgico denominado leucotomia pré-frontal, que possibilitou o surgimento da psicocirurgia, por esta última descoberta foi galardoado com o Nobel de Fisiologia ou Medicina em 1949, pela descoberta da leucotomia pré-frontal (lobotomia), partilhado com o fisiologista suíço Walter Rudolf Hess. Foi autor de publicações como "Alterações anátomo-patológicas na difteria", 1900, "A neurologia na guerra", 1917, "Júlio Diniz e a sua obra, 6 edições", 1924, "O Padre Faria na história do hipnotismo", 1925, "Die cerebrale Arteriographie und Phlebographie", 1940, "Como cheguei a realizar a leucotomia pré-frontal", 1948, entre outras obras.

1926 - O general Óscar Carmona toma posse das novas funções, a título interino à Presidência, no âmbito da Ditadura Nacional saída do Golpe de 28 de maio de 1926 e, enquanto não for eleito o titular do cargo de Presidente da República. A cerimónia realiza-se no Palácio do Congresso. Apesar de ser um período bastante conturbado do ponto de vista político, com diversas tentativas de reinstaurar a democracia parlamentar, Óscar Carmona mantém-se no poder, e apesar de ser por muitos considerado um líder com falta de carisma, não deixa de ser um factor de união no seio das Forças Armadas, e como tal garante de estabilidade da Ditadura Militar. Foi o 11.º Presidente da República Portuguesa no período de 1926 a 18 de abril de 1951.


 
1935 - O poeta Fernando António Nogueira Pessoa é internado no Hospital de S. Luis dos Franceses, vítima de uma crise hepática. Viria a falecer no dia seguinte dia 30 de novembro com 47 anos.

2004 - O Grande Prémio EDP de Artes Plásticas é atribuído ao poeta, escritor e artista plástico Mário Cesariny.

2005 - Morre Manuel de Brito (Rio de Janeiro, Brasil, 1928 – Lisboa, Portugal, 29 de novembro de 2005), aos 77 anos. Foi um dos primeiros e maiores galeristas e livreiros portugueses do século XX. Em 1964 abriu em Lisboa a "Galeria 111", que teria sucursal no Porto em 1971. Ao longo da vida, reuniu cerca de 2000 obras de arte, desenho, pintura e escultura, uma das maiores e mais importantes colecções do país. Um ano depois do seu falecimento, o seu património ficou exposto no renovado Palácio dos Anjos, em Algés, no Centro de Arte – Colecção Manuel de Brito, fruto de um protocolo celebrado entre a família do galerista e a Câmara Municipal de Oeiras. Manuel de Brito assumiu em Portugal um papel preponderante como agente cultural sobretudo após a queda da ditadura, em consequência da Revolução dos Cravos. É uma figura singular na cultura portuguesa da segunda metade do século e uma personalidade única da vida cultural de Lisboa. Foi agraciado entre muitos com o grau de Comendador da Ordem da Liberdade pelo presidente António Ramalho Eanes em 1985, a Medalha de Mérito – Grau Ouro pela Câmara Municipal de Oeiras em 1988, a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique pelo presidente Jorge Sampaio em 2005.

 
 
2008 - O escritor português António Lobo Antunes recebe, na cidade mexicana de Guadalajara, o Prémio Literatura em Línguas Romances 2008, no primeiro dia da XXII Feira Internacional do Livro, que tem Itália como país convidado.

2016 - O Orçamento do Estado para 2017 é aprovado em votação final global com os votos favoráveis dos partidos PS, BE, PCP, PEV e PAN e os votos contra dos partidos PSD e do CDS-PP.
 
2017 - Morre Belmiro Mendes de Azevedo (Marco de Canaveses, Tuias, Portugal, 17 de fevereiro de 1938 – Porto, Portugal, 29 de novembro de 2017), aos 79 anos. Foi um empresário e industrial português, durante décadas líder do grupo Sonae. Ainda como estudante, Belmiro de Azevedo entrou para a Efanor (Empresa Fabril do Norte), uma das maiores empresas têxteis da região Norte, localizada na Senhora da Hora. Pouco depois, porém, é convidado a ingressar na empresa de madeiras Sonae (Sociedade Nacional de Estratificados). Viria a assumir o controlo desta empresa em 1974, contra os herdeiros de Afonso Pinto de Magalhães, fundador da empresa, com quem teve um polémico conflito judicial. Em 1975, nos Estados Unidos, obteve um diploma de especialização em Gestão de Empresas, na Universidade Harvard, e, uma década depois, em 1985, diplomou-se no Financial Management Program da Universidade Stanford. Em paralelo com a actividade empresarial, criou, em 1991, a Fundação Belmiro de Azevedo, que desenvolve a política de mecenato da empresa, nas áreas da Educação, das Artes, da Cultura e da Solidariedade. Já sob o seu comando, a Sonae estendeu a sua actividade a novas áreas como a dos hipermercados (Continente e Modelo), a das comunicações (jornal Público) e a das telecomunicações (Optimus, actual NOS). Posteriormente, o grupo procurou expandir-se internacionalmente e apostou no retalho especializado (Bonjour, Vobis, Worten, Sport Zone, etc.). A partir de 1985, a Sonae passou a ser cotada na Bolsa de Valores e Belmiro torna-se accionista maioritário do grupo. Belmiro de Azevedo tornou-se, em 2006, no único português a figurar na famosa lista da revista "Forbes", com um fortuna avaliada em 1,6 mil milhões de euros. Considerado durante alguns anos o cidadão mais rico de Portugal, foi Presidente do Conselho de Administração do grupo Sonae. Sua fortuna, que em 2007 era estimada em 3 mil milhões de euros, o que ainda lhe dava a liderança entre as fortunas do país, caiu mais de 50% em dois anos, passando para 1,4 mil milhões de euros em 2009.

 
 








 
No Mundo

1612 - Primeiro dia da Batalha de Suvali na costa de Suvali, numa aldeia perto da cidade de Surate, Guzarate, Índia. Nesta batalha confrontaram-se quatro galeões da Companhia Britânica das Índias Orientais contra quatro naus e 26 barcas portuguesas (barcos a remo sem armamento). Os ingleses saíram vitoriosos desta pequena batalha em 30 de novembro, que marca o início do fim do monopólio português na Índia e o começo da ascensão da presença da Companhia Britânica das Índias Orientais na Índia.


 
1633 - Vicente de Paulo e Luísa de Marillac fundam a Companhia das Filhas da Caridade. Será a primeira congregação religiosa feminina católica a ter vida apostólica, até então existia, para as freiras, apenas a vida claustral. O carisma fundamental das Filhas da Caridade é o serviço aos pobres: nos hospitais, nas escolas, nas paróquias, nos campos de batalha, aos doentes mentais, às crianças abandonadas, às mulheres marginalizadas, às pessoas idosas, e outros.

1877 - Primeira demosntração pública do fonógrafo por Thomas Edison. O fonógrafo foi anunciado por Thomas Edison em 21 de novembro de 1877, aparelho este usado para a gravação e reprodução de sons, consistia num cilindro coberto por uma folha de estanho onde eram gravados os sulcos através de uma agulha acoplada a um diafragma. Foi o primeiro aparelho capaz de gravar e reproduzir sons.


 
1899 - O suíço Joan Gamper e mais 11 homens jogadores de futebol, suíços, ingleses e catalães fundam o Foot-ball-Club de Barcelona, durante uma reunião no Gimnasio Sole. Onze jogadores participaram: Walter Wild, Lluís d'Osso, Bartomeu Terradas, Otto Kunzle, Otto Maier, Enric Ducal, Pere Cabot, Carles Puyol, Josep Llobet, John Parsons e William Parsons. Como resultado, o Foot-Ball Club Barcelona nasceu de forma cosmopolita, que paradoxalmente lhe caracterizaria juntamente com o espírito catalão, que o clube só exaltaria mais tarde. Mundialmente conhecido hoje como Futbol Club Barcelona ou Barça. Está hoje de Parabéns nos seus 119 anos.

1924 - Morre Giacomo Puccini (Lucca, Toscana, Itália, 22 de dezembro de 1858 - Bruxelas, Bélgica, 29 de novembro de 1924), aos 65 anos. Foi um compositor de óperas italiano, as suas óperas estão entre as mais interpretadas actualmente, entre essas estão "La bohème", "Tosca", "Madama Butterfly" e "Turandot". Algumas das árias das suas óperas, como "O Mio Babbino Caro" de Gianni Schicchi, "Che gelida manina" de "La bohème" e "Nessun dorma" de Turandot tornaram-se parte da cultura popular. Descrito como "um dos maiores expoentes das óperas realistas", ele é lembrado como um dos últimos maiores compositores opera italianos. O seu repertório é essencialmente feito pelo verismo, ou pela tradição operística e estilo literário pós-românticos. Enquanto o seu trabalho é essencialmente baseado nas óperas italianas tradicionais do fim do século XIX, a sua música mostra algumas influências dos compositores contemporâneos e do movimento impressionista e de Igor Stravinsky. Os temas mais comuns das suas óperas incluem um fim trágico, heroínas e o amor. Embora Puccini seja conhecido pelas suas óperas, ele também escreveu algumas peças orquestrais, música sacra, música de câmara e canções para voz e piano. Foi autor de uma infinidade de óperas e trabalhos musicais.

1929 - Richard Evelyn Byrd Jr, tenente da marinha norte-americana, efectua o primeiro vôo sobre o Pólo Sul com um modelo de avião Fokker "Super Universal", o NC 4453 denominado "The Virginia".
 


1932 - Nasce Jacques René Chirac (Paris, França, 29 de novembro de 1932). Virá a ser um político francês filiado à UMP. Foi primeiro-ministro da França, de 1974 a 1976 e de 1986 a 1988. Foi também o vigésimo segundo presidente da França, de 1995 a 2007. Como presidente, foi também co-príncipe de Andorra, por inerência. Jacques Chirac deixou a Presidência da França no dia 16 de maio de 2007, após 12 anos de governo. Está hoje de Parabéns!
 
 
 
 1945 - A Jugoslávia torna-se um Estado comunista instituído na clandestinidade em Jajce, como a Federação Democrática da Jugoslávia com Joseph Tito como presidente. O rei Pedro II, ainda no exílio foi deposto pela Assembleia Constituinte da Jugoslávia. No entanto, ele recuso-se a abdicar do trono.
 
1947 - A ONU aprova o plano de divisão da Palestina em dois territórios, um judaico e outro palestiniano, dando origem ao Estado de Israel, no ano seguinte.

1962 - A França e o Reino Unido estabelecem o acordo para a construção do avião supersónico denominado Concorde. A assinatura do acordo foi feita pelo embaixador da França em Londres Geoffroy De Courcel e o ministro da Aviação Britânica Sir Julian Amery.



1965 - Lançamento do satélite Alouette 2 pela Agência Espacial Canadiana. Lançado por um foguete Thor-Agena juntamente com o satélite Explorer 31 a partir da Base da Força Aérea de Vandenberg, na Califórnia. O Alouette 2 foi usado para o estudo da ionosfera, uma área da atmosfera superior onde orbitariam futuros satélites. A missão do Alouette 2 durou dez anos antes de ser desligado, permanecendo em órbita.

1968 - Há 50 anos a ONU condena de novo a política colonial portuguesa que considera "uma ameaça grave à paz e à segurança internacionais".

1972 - A companhia Atari anuncia o lançamento do Pong, o primeiro jogo electrónico lucrativo da história, dando origem a um novo sector da indústria. Não possuía grafismos espetaculares ou dificuldades de jogo, mas foi de importância fundamental na história dos jogos electrónicos e dos videojogos. Foi criado por Nolan Bushnell e Ted Dabney na forma de uma consola ligada a um monitor, accionado com moedas. A primeira instalação num bar de São Francisco, Califórnia, mostrou aos dois a possibilidade de lucro da criação. Quando mais tarde este jogo electrónico é comercializado em Portugal a nível doméstico, foi apelidado de TV Brinca.


 
1973 - A Cimeira Árabe aprova a resolução para o embargo de petróleo a Portugal. Em causa estava a guerra colonial em África.

1981 - Morre Natalie Wood, nome de baptismo Natalia Nikolaevna Zakharenko (São Francisco, California, EUA, 20 de julho de 1938 - Ilha de Santa Catalina, California, EUA, 29 de novembro de 1981), aos 43 anos. Foi uma actriz norte-americana que se estreou em 1943, com apenas quatro anos no filme "Happy Land". Três anos depois, ela apareceu em "Tomorrow Is Forever". Em 1947 filmou "Miracle on 34th Street", considerado até hoje um clássico. Como actriz infantil, Natalie Wood permaneceu muito activa, aparecendo em nada menos do que 18 filmes, do final dos anos 1940 ao início dos anos 1950. Nem todos os filmes em que ela participou fizeram sucesso. Pelo menos dois, "Scudda Hoo! Scudda Hay!", de 1948, e "The Silver Chalice", de 1954, e onde contracenou com Paul Newman, foram considerados fracassos. Em 1955, com 17 anos, fez sucesso no lendário filme "Rebel Without a Cause", com James Dean e Sal Mineo. O papel de Judy, neste filme, garantiu-lhe a primeira indicação ao Oscar da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood e este foi o momento que marcou o seu desenvolvimento como actriz adulta. Depois de filmar "This Property Is Condemned" em 1966, Natalie Wood afastou-se do cinema durante três anos, dando a si mesma um tempo e também para decidir para onde queria seguir. Quando voltou a filmar, em 1969, fez o papel de Carol Sanders em "Bob, Carol, Ted e Alice". A partir daí não fez mais filmes, preferindo passar a maior parte do tempo dedicada à família. Fez algumas poucas aparições na televisão, mas nada muito excepcional. Em 1981, depois de filmar "The Last Married Couple in America", Natalie Wood começou as filmagens de "Projecto Brainstorm", com Christopher Walken. Mas ela não viveu para ver o filme pronto. Morre afogada num acidente misterioso, em novembro daquele ano, enquanto navegava num iate com o marido Robert Wagner e com o amigo Christopher Walken.

 
1985 - Entra em vigor o acordo entre Londres e Dublin, que concede à República irlandesa um papel consultivo formal no governo da província britânica da Irlanda do Norte.

1986 - Morre Cary Grant, nome artístico de Archibald Alexander Leach, (Bristol, Reino Unido, 18 de janeiro de 1904 - Davenport, Iowa, EUA, 29 de novembro de 1986), aos 82 anos. Foi um actor norte-americano nascido na Inglaterra. A sua carreira artística começou em 1932, no obscuro musical "Esposa Improvisada", mas a primeira grande oportunidade chegaria com o realizador Josef von Stenberg, que o escolheu para fazer par com Marlene Dietrich em "Blond Venus". Em seguida, participou em cerca de vinte filmes até chegar ao estrelato em 1935, com o filme "Sylvia Scarlett", ao lado de Katharine Hepburn. A fama internacional seria conquistada em 1946, quando actuou ao lado de Ingrid Bergman no filme de Alfred Hitchcock, "Notorious", fama consolidada em 1957 com "An Affair to Remember". Ele foi indicado duas vezes ao Oscar nos anos 40 pelos filmes "Penny Serenade", 1941, e o filme "None but the lonely heart", 1944, mas, por ser um dos primeiros actores independentes dos grandes estúdios, não obteve o prémio durante os seus anos de actividade. O actor encerrou a sua carreira no cinema em 1966 com o filme "Walk, Don't Run", pois segundo ele, estava velho para interpretar papéis principais e os seus fãs não aceitariam vê-lo como actor secundário. Somente em 1970 a Academia lhe deu um Oscar pela sua vasta carreira de actor. Dos filmes onde participou destaque para "Blonde Venus", 1932, "Devil and the Deep", 1932, "The Bachelor and the Bobby-Soxer", 1947, "The Pride and the Passion", 1957, "Walk, Don't Run ", 1966, documentário "Elvis: That's the Way It Is", 1970, entre muitos outros.
 

 
1989 - Na Revolução de Veludo na Checoslováquia, Vasil Mohorita, dirigente do Partido Comunista, promete eleições livres, no prazo de um ano.

1990 - O Conselho de Segurança da ONU aprova a resolução 678 que autoriza o recurso à força para obrigar o Iraque a retirar do Kuwait, até 15 de janeiro.

2001 - Morre George Harrison, (Liverpool, Reino Unido, 25 de fevereiro de 1943 – Los Angeles, Clifórnia, EUA, 29 de novembro de 2001), aos 58 anos. Foi um guitarrista, cantor, compositor, produtor musical e cinematográfico inglês que obteve fama internacional como guitarrista do grupo The Beatles, do qual foi cofundador. Geralmente chamado de "o Beatle quieto", George Harrison aderiu ao hinduísmo e ajudou a ampliar os horizontes dos outros membros do grupo The Beatles assim como o seu público ocidental ao incorporar instrumentos indianos na música do grupo. Embora a maioria das canções da banda fossem escritas por John Lennon e Paul McCartney, a maioria dos álbuns dos The Beatles, a partir de 1965, continham, pelo menos, duas composições de George Harrison. As suas músicas para o grupo incluem "Taxman", "Within You Without You", "While My Guitar Gently Weeps", "Here Comes the Sun" e "Something". Esta última tornou-se a segunda música mais regravada dos The Beatles. George Harrison envolveu-se em activismos humanitários e políticos ao longo da sua vida. Nos anos 1960, os The Beatles apoiaram o movimento dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos e protestaram contra a Guerra do Vietname. George Harrison viria a ficar ligado a muitas outras actividades humanitárias. Num esforço conjunto entre a família George Harrison e o Fundo dos EUA para a UNICEF, visa apoiar programas que ajudem crianças envolvidas em emergências humanitárias.


 
2002 - A justiça indonésia absolve o antigo comandante militar de Díli, Endar Priyanto dos crimes cometidos em Timor-Leste.

2003 - Sete agentes dos serviços de informações de Espanha são mortos numa emboscada ao sul de Bagdad, no Iraque.

2006 - O papa Bento XVI no segundo dia da sua visita à Turquia, celebra a primeira missa num país muçulmano, a celebração ocorreu na igreja da Virgem Maria, perto das ruínas da mítica cidade de Efeso (oeste).
 

 
2007 - Os ministros dos Transportes e das Telecomunicações da União Europeia aprovam o projecto de sistema de navegação por satélite Galileo, com o voto contra da Espanha.

2008 - Morre Jørn Utzon (Copenhagua, Dinamarca, 9 de abril de 1918 - Copenhagua, Dinamarca, 29 de novembro de 2008), aos 90 anos. Foi um arquitecto dinamarquês, radicado na Finlândia, onde trabalhou com Alvar Aalto. Jørn Utzon tornou-se conhecido pelo projecto da Sydney Opera House, na Austrália. Jørn Utzon recebeu o Prémio Pritzker de 2003 pela criação da Sydney Opera House, segundo o júri, um dos mais icónicos edifícios do século XX.
 
2011 - O médico pessoal do cantor Michael Jackson, Conrad Murray, é condenado a quatro anos de prisão por homicídio involuntário do cantor, a 25 de junho de 2009.

 
 
2012 - A Assembleia Geral da ONU aprova uma resolução para a elevação do estatuto da Palestina a Estado observador não-membro. A resolução é aprovada com 138 votos a favor, nove votos contra e 41 abstenções.

2014 - Confrontos entre manifestantes pró-democracia e polícia, em Hong Kong, resultam em dez feridos e 28 detidos, após quatro noites de tensão no bairro de Mong Kok.

2016 - Queda de avião do vôo 2933 da empresa boliviana LaMiapor, por volta das 00h30 na região montanhosa de El Gordo, a 35 quilómetros do Aeroporto Internacional de Medellin, na Colômbia. Morrem 76 pessoas e cinco sobrevivem ao desastre. O aparelho fazia um vôo 'charter' com 81 pessoas a bordo, incluindo a equipa de futebol brasileira Chapecoense Real, que ia disputar a final da Taça Sul-Americana com uma equipa colombiana.
 
 








 
Texto:
Paulo Nogueira

domingo, 18 de novembro de 2018

IMAGENS COM HISTÓRIA


"Uma imagem vale mais que mil palavras"
  Confúcio


Desde que a humanidade conseguiu retratar através de imagens nos mais diversos suportes, os momentos históricos quer de guerras, dramas sociais, conquistas e até as situações mais bizarras da vida, estavam por si só a criar a base de dados com os registos e as provas concretas da sua própria história para as gerações vindouras e a posteridade. Com isto surge o poder da imagem. Processo esse que se valorizou cada mais até à actualidade, com o objectivo de manter essa base de dados, sempre actualizada a cada acontecimento e dia que passa.






Momento após o a assinatura do Armistício do fim da Primeira Grande Guerra Mundial em 11 de novembro de 1918, há precisamente 100 anos, entre os Aliados e a Alemanha, dentro de uma carruagem-restaurante, a nº 2419 D da CIWL (Compagnie Internationale des Wagons-Lits), na floresta de Compiègne. Teve por objectivo este armistício encerrar as hostilidades na frente ocidental da Primeira Grande Guerra Mundial. Os principais signatários foram o Marechal Ferdinand Foch (1851 - 1929), comandante-em-chefe das forças da Tríplice Entente, e Matthias Erzberger (1875 - 1921), o representante alemão. Estiveram ainda presentes neste acto o Almirante Sir R. Wemyss, o General Weygand, o Contra-Almirante G. Hope, o Capitão Marriott, o General Desticker, o Capitão de Mierry, o Comandante Riedinger e o Oficial-interprete Laperche. Apesar do armistício ter acabado com as hostilidades na frente ocidental, foi necessário prolongar o armistício três vezes até que as negociações do Tratado de Versalhes fossem concluídas e formalizadas no dia 10 de janeiro de 1920. Rumores de que uma delegação alemã estava em território francês rapidamente se espalharam, com esperanças de que o fim da guerra estava próximo. No dia 7 de novembro de 1918, o jornal americano San Diego Sun declara que a guerra teria terminado, com um erro gramatical na manchete do jornal: "Peace. Fightnig ends", ao invés de, "Peace. Fighting ends". O Armistício de Compiègne foi anunciado por Ferdinand Foch, acompanhado pelo primeiro ministro Georges Clémenceau (1841 - 1929) e um representante britânico, Ferdinand Foch declara que: "As hostilidades irão cessar em todo o fronte a partir do dia 11 de novembro, às 11 horas. Tropas aliadas não irão, até que recebam novas instruções, avançar em território inimigo após esta data." A paz seria formalizada com o Tratado de Versalhes, assinada no dia 28 de junho de 1919 e ratificada pela Liga das Nações no dia 10 de janeiro de 1920.



 

Esta foto de forte impacto, da fotógrafa norte americana Dorothea Lange (1895 - 1965), denominada "Migrant Mother" ou "Mãe Migrante", é uma das fotos mais famosas que retrata a designada Grande Depressão da década de 1930, mostrando Florence Owens Thompson, mãe de sete crianças, de 32 anos de idade, em Nipono, Califórnia, março de 1936, em busca de um emprego ou de ajuda social para sustentar a sua família. O seu marido tinha perdido o emprego em 1931, e morrera no mesmo ano. A designada Grande Depressão, também conhecida como Crise de 1929, foi uma grande depressão económica que teve início em 1929, e que persistiu ao longo da década de 1930, terminando apenas com a Segunda Guerra Mundial. A Grande Depressão é considerada o pior e o mais longo período de recessão económica do século XX. Este período de depressão económica causou altas taxas de desemprego, quedas drásticas do produto interno bruto de diversos países, bem como quedas drásticas na produção industrial, preços de acções, e em praticamente todo o medidor de actividade económica, em diversos países no mundo. Muitas imagens retrataram este período mas esta da "Mãe Migrante" marcou definitivamente um período negro dos Estados Unidos e do mundo no século XX e foi uma das mais reproduzidas da história da fotografia, tendo aparecido em mais de dez mil publicações. Numa entrevista em dezembro de 2008, a filha da senhora Florence Owens Thompson, Katherine, disse , que "a fama da foto fez a família sentir vergonha e determinação a nunca mais ficar tão pobre assim". Florence Owens Thompson foi hospitalizada e a sua família apelou por uma ajuda financeira no final de agosto de 1983, em setembro, a família havia coletado cerca 25.000 dólares em doações para pagar a assistência médica, mas Florence Owens Thompson acabou por falecer de doença oncológica e complicações cardíacas em Scotts Valley, Califórnia em 16 de setembro de 1983. Foi sepultada ao lado de seu marido George, em Lakewood Memorial Park, em Hughson, Califórnia, no seu túmulo lê-se: FLORENCE OWENS THOMPSON MIGRANT MOTHER – A Legend of the Strength of American Motherhood (um ícone da força da maternidade americana).




 
Hans-Georg Henke, o soldado menino, pode ser considerado a imagem dessa face cruel da guerra que levou inúmeras crianças e adolescentes à frente de batalha lutando numa guerra de adultos. Em todas as fotos, tiradas quando Hans-Georg Henke foi capturado pelos soldados soviéticos, é mostrada apenas uma criança assustada, desesperada, sem rumo no meio do caos e dos bombardeamentos advindos das tropas inimigas. Hans-Georg Henke caíra em lágrimas quando percebeu que o seu mundo havia ruído assim como tudo à sua volta estava desmoronando e o seu país não era mais o mesmo. Quando entrou para a Luftwaffe, Hans-Georg Henke tinha apenas 14 anos. O menino não se alistara porque gostava da guerra, mas pelo facto de precisar sobreviver. O seu pai morrera em 1938, a sua mãe em 1944 e, posteriormente, ele separara-se dos irmãos, ficando sozinho num país em guerra. Ele entrou para o esquadrão anti-aéreo alemão para se sustentar e quando o conflito acabou, o menino, já com 15 anos teve que andar cerca de 96 km, tentando alcançar as linhas americanas, pois tinha medo de ser capturado pelos soviéticos. Por fim, o seu medo concretizou-se em 3 de abril de 1945, quando foi capturado por tropas soviéticas. No momento da captura, diversas fotografias foram tiradas pelo fotógrafo John Florea (1916 - 2000), transformando o semblante de Hans-Georg Henke conhecido como um dos símbolos das dificuldades proporcionadas pela guerra. Após o fim do conflito e já capturado, os soviéticos alimentaram o menino e outros soldados que estavam com ele e depois ordenaram que todos fossem para as suas casas. Hans-Georg Henke voltou para a sua cidade natal em Finsterwalde, onde se reencontrou com os dois irmãos e iniciou uma nova vida. Faleceu em 6 de outubro de 1997, após ter tido uma vida plena. Apesar dos anos que passaram e deixaram para trás a realidade cruel que vitimou crianças e adolescentes na guerra, as fotos do menino de 15 anos eternizaram para sempre o semblante de uma criança soldado combatente na Segunda Guerra Mundial.

 



Uma imagem marcante, entre os vários registos fotográficos do designado Grande Nevoeiro de 1952, conhecido também como "Big Smoke" ou "Great Smog", foi um período de severa poluição atmosférica, entre os dias 5 e 9 de dezembro de 1952 que cobriu a cidade de Londres. Em dezembro de 1952, uma frente fria chegou a Londres e fez com que as pessoas queimassem mais carvão que o usual no inverno para o aquecimento. O aumento na poluição do ar foi agravado por uma inversão térmica, causada pela densa massa de ar frio. O nevoeiro resultante, uma mistura de névoa natural com muito fumo negro, tornou-se muito denso, chegando a impossibilitar o trânsito de automóveis nas ruas. Muitas sessões de filmes e concertos foram canceladas, uma vez que a plateia não podia ver o palco ou a tela, pois o fumo invadiu facilmente os ambientes fechados. O fenómeno foi considerado como um dos piores impactos ambientais até então, sendo causado pelo crescimento incontrolado da queima de combustíveis fósseis na indústria e nos transportes. Acredita-se que o nevoeiro tenha causado a morte de 12.000 londrinos, e deixado outros 100.000 doentes. O grande número de mortes deu um importante impulso aos movimentos ambientais, e levou a uma maior reflexão acerca da poluição do ar, pois este fumo demonstrou grande potencial letal. Então, novas regulamentações legais foram impostas, restringindo o uso de combustíveis poluentes na indústria e banindo o fumo negro por eles causado. Nos anos seguintes, uma série de normas legais como o "Clean Air Act 1956" e o "Clean Air Act 1968", restringiram a poluição do ar.





A foto do pequeno John Fitzgerald Kennedy Jr (1960 - 1999), mais conhecido por "John-John" quando nas cerimónias fúnebres do seu pai, o presidente norte - americano John Fitzgerald Kennedy (1917 - 1963), em 25 de novembro de 1963, deu um passo à frente e fez uma saudação final enquanto o caixão coberto por uma bandeira era levado para fora da Catedral de São Mateus Apóstolo, foi um momento que se tornou numa imagem icónica e memorável ​​dos anos 60. Quando o cortejo passou, a mãe de "John-John", Jacqueline Kennedy (1929 - 1994), lhe sussurrou algo e o menino, de sobretudo e calção, de pé diante do tio Robert F. Kennedy (1925 - 1968), deu um pequeno passo à frente e ergueu a mão direita em saudação. O seu pai, o presidente norte - americano John Fitzgerald Kennedy, foi assassinado em 22 de novembro de 1963, e o funeral de estado foi realizado três dias depois, no dia do terceiro aniversário de John Jr. Apesar do sucedido, a família continuou com os seus planos para uma festa de aniversário do pequeno "John-John" para desta forma demonstrar que os Kennedy iriam continuar apesar da morte do presidente. O autor desta foto foi o fotógrafo Dan Farrell (1930 - 2015), nesse dia Sr. Farrell estava em missão em Washington para o New York Daily News, cobrindo o funeral do presidente John F. Kennedy. Posteriormente Dan Farrell disse ao jornal The News: "Foi a coisa mais triste que já vi em toda a minha vida", nesse dia ele estava a cerca de 50 metros da acção, tinha apenas dois segundos para tirar a foto com sua volumosa câmara Hasselblad 1000. Dan Farrell não foi o único fotógrafo que captou este momento, o fotógrafo Stan Stearns, da United Press International, e outros, tiraram fotos parecidas. Todas elas correram mundo e retrataram um momento emocionante num acontecimento histórico.




 

Uma, entre muitas, das mais tristes e terríveis imagens do incêndio florestal de Pedrógão Grande, que deflagrou a 17 de junho de 2017 no concelho de Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, em Portugal, tendo alastrado aos concelhos vizinhos de Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Ansião (distrito de Leiria); ao concelho da Sertã (distrito de Castelo Branco); ao concelho de Pampilhosa da Serra e de Penela (distrito de Coimbra). No mesmo dia deflagrou outro incêndio de grandes proporções no concelho de Góis, distrito de Coimbra, que acabou posteriormente por alastrar aos concelhos de Pampilhosa da Serra e de Arganil. No dia 20 de junho de 2017 uma das frentes de fogo do incêndio de Pedrógão Grande juntou-se ao incêndio de Góis, formando uma área ardida contígua. O desastre é considerado o maior incêndio florestal de sempre em Portugal, o mais mortífero da história do país e o 11.º mais mortífero a nível mundial desde 1900. No balanço oficial contabilizaram-se 66 mortos (65 civis e 1 bombeiro voluntário de Castanheira de Pera) e 254 feridos (241 civis, 12 bombeiros e 1 militar da Guarda Nacional Republicana), dos quais 7 em estado grave (4 bombeiros, 2 civis e 1 criança). Entre as vítimas mortais, 47 foram encontradas nas estradas do concelho de Pedrógão Grande, tendo 30 morrido nos automóveis e 17 nas suas imediações durante a fuga ao incêndio. Uma outra vítima, morreu na sequência de um atropelamento ao fugir do incêndio. O incêndio também arrasou dezenas de lugares das regiões afectadas. O número oficial foi de 64 mortos. Em termos de prejuízos materiais, foram contabilizadas mais de 500 casas de habitação parcial ou totalmente destruídas pelo fogo. Foram também afectadas 48 empresas com 372 postos de trabalho. A estimativa provisória do montante total de prejuízos ascende a 500 milhões de euros. No rescaldo do incêndio, a causa apontada pelas autoridades foram causas naturais, uma trovoada seca que, conjugada com temperaturas muito elevadas (superiores a 40 graus Celsius) e vento muito intenso e variável, que terá feito deflagrar e propagar rapidamente o fogo. No entanto, o presidente da Liga dos Bombeiros, Jaime Marta Soares, acredita que este incêndio não teve origem em causas naturais já que, segundo a perceção de alguns habitantes de Pedrógão Grande, o fogo já estaria activo duas horas antes da altura em que ocorreu a trovoada seca nesta zona. A Procuradoria-Geral da República confirmou que o Ministério Público estava a investigar as causas do incêndio. Um relatório técnico independente publicado em outubro de 2017, aponta como causa da ignição o contacto entre a vegetação e uma linha eléctrica de média tensão da empresa Energias de Portugal, resultado da falta de limpeza da zona de protecção. Em 11 de junho de 2018 eram dez os arguidos, "todas pessoas singulares", no inquérito relacionado com os incêndios de Pedrógão Grande, de acordo com a Procuradoria-Geral Distrital de Coimbra.






Texto:
Paulo Nogueira